sábado, 11 de maio de 2013

12 DE MAIO: "DIAS DAS MÃES"

CRÔNICA...







                                         O DIA DAS MÃES!



                                                -Quem não já ouviu esse jingo: "mamãe você é amor, mamãe você é minha vida! Eu te ofereço um ... Com toda emoção" (?) O dia que foi escolhido pra celebrar e comemorar um ser tão importante da humanidade, foi o dia 12 de maio (conhecido como, segundo domingo de maio) do ano em vigência. Na verdade não importa o dia que tenha sido escolhido. Poderia ser 15 de janeiro ou até 27 de setembro, e ou 31 de dezembro... sei lá, qual quer dia! Mais importante que alguma data específica, é o fato dessa data existir.
                                            -Tudo é lindo, muitos se lembram e recordam momentos felizes que passaram ao lado da mãe, quando em vida! Hoje ela já não existe... (lamentavelmente, é falecida). Há outros que vêm essa data como sendo uma que é pra se esquecer, pois foi exatamente nesse dia que sua mãe querida morreu. Já outros é bem possível que no dia de hoje, 12 de maio, esteja com a mãe entre a vida e a morte... Bem, existe vários motivos pra se comemorar ou odiar, ou ainda, esquecer e até desejar que esse dia se torne um marco na vida, para lembrar sempre como o dia da vitória.
                                         -Não fui buscar na internet, como surgiu nem quem foi o primeiro a fazer com que esse dia fosse comemorado. Pouco importa, também. O fato é que esse dia é mundialmente famoso, e quer queiramos ou não ele existe no calendário e na maioria das vezes é festejado por muitos e muitos. E tem que ser assim mesmo! Por que uma mãe viva, é sinal de vida plena; é a representação de nossas raízes e um símbolo de amor maior.
                                     -Como se chupa uma cana tirada do pé? geralmente ela é moída e seu suco é servido gelado ou com algumas pedras de gelos. Uma outra maneira de apreciar a cana-de-açúcar é descascando com uma faca e chupando seus rolet, sugando o suco mastigando-os! Por que estou falando isso? É que chegaram inventar uma outra forma de se servir da cana. Os preguiçosos, tentam, mas não bem sucedidos , torcem a cana com as mãos tentando extrair o suco diretamente na boca. Convenhamos que é a pior maneira de se extrair o suco. Bem, assim fizeram com "O DIA DAS MÃES" torceram tanto, que ficamos pensando se esse é o dia das mães ou apenas mais um dia lucrativo para os ganancioso comerciante.
-Sei que o comércio depende de vendas para sobreviver. Não somos hipócritas de não reconhecer a necessidade da indústria. Porém o limite existe para tudo, se não, que sentido teria o ditado, "tudo de mais é muito"?
                                        -Temos que dar uma roupa nova? Uma geladeira? Um carro? Uma agulha? Por que têm-se que dar algo empurrado pelo comércio? Nada disso demostra amor pela mãe. Ou demostra? Conheço várias mãe que adorariam que seus filhos dessem pelo menos um telefonema para ela, na segunda-feira ou na quinta-feira, na terça-feira ou no sábado... Ela só queria escultar: "oi mãe, tudo bem com a senhora?" E isto não tem preço, no entanto muitos filhos esquecem desse mínimo detalhe. Muitos os jogam nos asilos da vida e surrupiam o dinheiros dos velhos. Estou exagerando?
                                         -O DIA DAS MÃES realmente é importantíssimo, no entanto se um filho está presente no dia a dia na vida dos pais, nem que os filhos estejam distante ( sempre há um jeito de se mostrar presente), não existe conforto maior para uma mãe...
                                           -Uma vez mãe, sempre mãe. É um registro que perdurará para toda eternidade. Não existe avó, bisavó, tataravó... A verdade é que existe a mãe, da mãe e mãe da mãe da mãe. Se formos enumerá quantas vezes uma mãe é mãe desde que ela se torna pela primeira vez mãe, chegaremos aos números das estrelas. Vó, bisavó, etc, são apenas palavras resumidas para tentarmos chegar ao infinito dos números de estrelas.
                                        -Filhos, valorizem as mãe, aproveitem cada minuto que possível, ao lado delas. Lembram do ALÔ? não deixem de telefonar pra elas. Beije-as todos os dias. Um presente também pode dar. Afinal, quem não gosta de ganhar presente? Contudo, nada supera a demonstração de amor, num simples abraço. E se esse abraço for acompanhado de um "!eu te amo!" vier todos os dias, você economizará dinheiro e poupará muito amor.


                   MÃE, OBRIGADO POR ME DAR A VIDA,E POR VOCÊ EXISTIR... "! TE AMO!'

ASSISTA ESSE VÍDEO >






  

Publicação em destaque

A DISTÂNCIA E A SAUDADE

CRONICA                      ADISTÂNCIA E A SAUDADE     A vida começa na concepção do amor. São muitas brincadeiras, risos e palha...