Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

Número total de visualizações de página

sábado, 24 de setembro de 2016

DROGAS O DESCONTROLE

CRÔNICA


                 DROGAS O DESCONTROLE

- Sempre vi o tema Drogas como polêmico mas, as coisas hoje estão de um jeito que banalizou-se. Vemos pessoas descascando suas embalagens de drogas como se fosses alguma guloseimas. Ainda, mesmo que pareça normal, não é. Temos a leve sensação que só acontece com os outros, é tipo assim crimes banais ou tragédias, sempre imaginamos que o que vemos na televisão são banalidades alheias, o problema é que de repente somos a imagem que ali é televisada..
- No caso das DROGAS não é diferente, quando passamos pelas ruas ou pelas praças, em esquinas ou enfrente de garagens à vista de todos e vemos a banalização da falta de vergonha, sim porque hoje os que usam entorpecentes não tem mais vergonha, fingimos não ver; Contudo, quer queiramos ou não ficamos sempre com um olho no peixe e outro olho no gato, por que ali pode muito bem está meu parente ou quem sabe mesmo meu filho e ou filha. Sim, a droga devasta também as jovens e as de mais idades. A droga hoje é que nem a morte, não distingue cor, raça, condições financeiras, condição social e ou profissional, religião, estado físico ou emocional, infelizmente tal qual tufão, destrói tudo quanto é lar. Não importando qual base foi a construção.
- Até mesmo um lar com base na educação, com base no respeito, como base no esclarecimento, com base no amor, com base na paz e harmonia e em princípios religiosos... com tudo isso ainda assim são vulnerável a este mal. Para levantar sempre o questionamento: "onde foi que errei?" ou "onde foi que erramos?"
- Sei que na minha família também tem usuário, mas não fujo à realidade, e gostaria muito que eles também lessem esta crônica. Ninguém, é o dono da verdade, mas isso não significa que a verdade não exista, com certeza ela está presente em nosso dia a dia, e a verdade é que algo tem que ser feito para que se diminua ou se extermine de vez com esse mal. O problema é, como! Como acabar com esse maldito problema químico?
- Solução, solução temos de montão. A sociedade sabe a solução, mas primeiro deveríamos saber o que significado de sociedade - ( SOCIEDADE: "REUNIÃO DE PESSOAS UNIDAS PELAS ORIGENS OU POR LEIS" "UNIÃO DE PESSOAS LIGADAS POR IDEIAS OU POR ALGUM INTERESSE COMUM" "REUNIÃO DE PESSOAS QUE SE JUNTAM PARA CONVERSAR OU CONVIVER" "SOLIDARIEDADE DE INTERESSE, PARCERIA"...) - É óbvio que há mais significados, mas você percebeu algo em comum em todos os significados aqui citados? Nada mais é que a união de pessoas que buscam viverem juntas para satisfazer o interesse comum, ou seja, o que é comum a todos, e o comum a todos deve-se deduzir que seja sempre o melhor. Agora que relembramos o significado de 'sociedade' perguntemos, por que não soluciona-se a questão das drogas?
                     
- A resposta é simples, o problema realmente está na sociedade e nós fazemos parte dela. Todos querem o bem para todos, mas a droga ela entra na sociedade exatamente na forma egoísta e individual. Ela afeta não a sociedade em si, como um vírus ela(droga) penetra na célula mental de cada um, então só depois a invasão é que há a necessidade dos agrupamentos, as famosas kracolândia, esquinas, praças etc.  Nesta imagens veja onde a evolução chegou. Nestas cápsulas ou pinos como vemos, é o recipiente da cocaína, conhecida também como farinha ou pó. Claro existe outras drogas. Mas eu escolhi essa imagem porque em qualquer rua, logradouro, festas, meio-fio, nos pés das árvores, próximos aos bancos das praças, nas quadras esportivas, portas de igrejas...etc, onde que que você vá, irá encontrar com esses recipientes espalhados por aí. Isto mostra o quanto esse tipo de droga é consumida individualmente na sociedade para em seguida ser consumida em conjunto.
- Se repararmos vemos que os mesmo tem formato de munição (bala de revólver), sim faz até justiça o formato desse envoltórios, já que penetra na mente e no coração de quem usa e pode levar à morte.
- Quando o assunto ou o problema invade um lar, na verdade a família é a única parte da sociedade que sente o baque, já que que muitos outros lares estão infectados com o vírus drogas.  Quem tem ou passou por problema, sente-se num mundo isolado sem saber a quem recorrer. Quando o fato se torna em dependência química, o aconselhável é sempre buscar ajuda especializada, porém o xis da questão é se a célula envolvida quer se ajudar, se o dependente quer ajuda, se quem se viciou quer realmente sair do mar de lama que entrou. 
- É importante saber que a comunicação é sempre o caminho mais saudável para se combater o mal que pode afetar a família. Porém, não se deve esquecer que enquanto há comunicação em família, orientando os malefícios e efeitos que a droga causa no corpo e no bolso e no âmbito familiar e individual, do outro lado existe a comunicação do coleguismo que para os jovens muitas vezes, acreditam que a comunicação entre eles são mais importantes e inteligente que a comunicação dos pais e familiares. Aí é que mora o perigo, pois é nato dos jovem acreditarem que seus pais são antiquados, e olha que hoje muitos pais têm pouco mais que a metade da idade dos filhos, por exemplos existem pais de 32 anos com filhos de 13, ou até ambos com menas idades. O fato é que muitos dessas crianças já são afetadas pelo vírus droga através da comunicação dos colegas, dos papos nas quadras e escolas... E os filhos já se sentem que devem ensinar aos pais o que é certo ou errado.
- Encontrei um panfleto que dá várias dicas de como você pode perceber se seu filho está fazendo uso  ABUSIVO OU NÃO de algum tipo de droga, se perceber os tipos de comportamento em seus filhos e/ou parentes, não se envergonhe e aborde o assunto.

- DICAS: Quando seu filho,

.Está em companhia de pessoas que usam drogas
.Mudanças de personalidades, mau humor e brigas com familiares, hostilidades com todos e insônia
.Olhos vermelhos, usos de colírios; olhos brilhantes
.Queda no rendimento ou abandono na escola
.Desaparecimentos de objetos de valore e dinheiro
.Alterações bruscas no apetite; desmotivação
.Troca do dia pela noite; falar ou rir ao excesso
.Mentira; camadas telefônicas desconhecidas
.presença de comprimidos estranhos escondidos
.Mau hálito; alteração na cor dos dentes
.Muito tempo fora de casa, solidão
.Mudanças de comportamentos nas vestimentas
.Perdas dos vínculos familiares
.Envolvimentos com familiares que utilizam de álcool e outras droga

-Segundo esta fonte*, é importante que procure ter certeza que o fato está realmente acontecendo, através das mudanças de comportamento pessoa envolvida.
- O panfleto ainda enfatiza que:

ESSAS DICAS PODEM SIGNIFICAR MUITO E AJUDAR, SE OBSERVADA EM CONJUNTO E ALIADA AO BOM SENSO NA IDENTIFICAÇÃO DO ADICTO (Pessoa que faz uso de drogas). PROCURE AJUDA!

*COMAD - CONSELHO MUNICIPAL DE POLÍTICA SOBRE DROGA.
**www.indaiatuba.sp.gov.br
***social.asadosconselhos@indaiatuba.sp.gov.br - tel: 38352843

- Procure ajuda, em sua cidade ou nas cidades próximas devem ter ongs, ou centros de ajuda!
- Lembre-se a obrigação é de todos, mas os primeiros passos é da família em conjunto com o envolvido.    




   

Publicação em destaque

A DISTÂNCIA E A SAUDADE

CRONICA                      ADISTÂNCIA E A SAUDADE     A vida começa na concepção do amor. São muitas brincadeiras, risos e palha...