Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

Número total de visualizações de página

sexta-feira, 26 de abril de 2013

LOS AMORES





                                   
                                               

                              UNIÃO ENTRE O MESMO SEXO




                    PRIMEIRO foi um país, depois outro país seguiu o mesmo caminho; Não demorou muito e muitos outros países seguiram o que acreditam ser o melhor. A união conjugal entre homens com homens e mulher co mulher, o famoso casamento homossexual, não foram aceitos na paz. Sempre são acompanhados de protestos; Tem os que apoiam, pois acreditam que cada um faz o que quer da própria vida. Já há outros que são contra, dizem se tratar de uma pouca vergonha, que tudo isso é uma safadeza e estão indo contra tudo que Deus formou. Contudo, ainda existem outros que acreditam que essa união, só é possível porque Deus é amor, e sendo amor, Ele só quer que as pessoas sejam felizes não importando quem ama ou deixa de amar.

                                     COMO SE VÊ, o tema homossexualismo, a união conjugal entre seres do mesmos sexos, mexe tanto com o lado religioso como o tabu na vida social. Infelizmente, tem os que (criaram um nome novo) pelo menos trataram de usá-lo com uma enorme frequência que, hoje é famoso. HOMOFOBIA. Como eu estava dizendo apareceu um grupo de pessoas que não importa a decisão de quem quer viver com quem, ele odeiam os pederastas e lésbicas e todos que se dizem transviados. Os homofóbicos são violentos, a ponto de tirar a vida, porque pra eles, humilhá-los e agredi-los literalmente.
                                     É REPUDIÁVEL, todo e qualquer tipo de violência. Dizem que agressão verbal machuca mais que a agressão física. Pura demagogia, porque a agressão física dói na carne, na pele, na alma, e até aleija... Nenhum tipo de agressão é boa, mas a física, é muito pior. Hematomas marcam para sempre a vida de um ser, elas apagam da pele, mas ficam grudadas no coração de qualquer um.
                                     TODA AÇÃO, tem uma reação, isso é sabido de todos. O que não dá direito de ninguém ser melhor que ninguém. Sou muito a favor de quem quer fazer da vida o que quiser, desde que seus atos não prejudiquem outros ou interfiram nas vidas alheias. Em fim, cada pessoa faz o que quiser com seu corpo. 
                                     NA VERDADE, existe radicalização de ambas a partes. Tantos os assumidamente homossexuais, como os não homossexuais, vão ao extremos nas suas formas de pensar. Não raro se ver mulher beijando mulher como se estivessem querendo mostrar para o mundo que elas tem esse direito e que é pras pessoas respeitarem. O mesmo se dar com os homens, eles fazem questão de se beijarem em público ou andarem de mãos dadas como se quisessem mostrar para mundo que são livres para fazer o que quiserem. O que nenhum deles estão errado! Mas se não estão errados, por que então precisam fazer isso publicamente? Quantos casais héteros, vivem conjugalmente e nem por isso vivem querendo mostram ao mundo que se amam. Ou eles tinham que andar sempre aos beijos e de mãos dadas, para mostrar ao mundo que eles tem esse direito?
                                     SE TODO mundo agir conforme o que é direito, ou pelo menos o que acha ser direito, seguindo o princípio de que o respeito é essencial, nunca haverá violência e nem repúdio por parte de ninguém. Então vamos por parte:
                                      1 - A pessoa que acredita ser homossexual e quer viver essa descoberta e ainda por cima crer que pra ser feliz tem que viver com o ser do mesmo sexo. Tá no seu direito! Errado é eles quererem que as pessoas aceitem esse fato! O importante não é que outros aceitem ou não. O importante é que ele viva e deixe que pensem ou falem o que quiserem. Ninguém pode obrigar a ninguém aceitar nossas decisões. Se a pessoa tem a consciência tranquila, não precisa sair por aí tentando se mostrar para parecer normal, pois ninguém tem nada haver com suas decisões.
                                      2 - Por outro lado, se a pessoa não é homossexual e acredita que viver e amar pessoas de outro sexo, é bom e é o certo, então que viva! E deixe cada um viver a vida deles. Não temos que achar que é certo ou errado. Podemos até ter nossa opinião, mas ela e nada é a mesma coisa. Sou contra sim! Sou a favor sim!...  Sou neutro sim! e assim devem ser todos. Se somos contra ou não e até mesmo neutro, isso não pode fazer diferença. Afinal nós também temos o direito de achar ou deixar de achar. Não temos o direito de se meter na vida de ninguém, nem de ser boçal.
                                     3 - Quem somos nós pra sair dando porrada em quer que seja? Os homofóbicos ou qualquer tipo de preconceituoso, desde que usem de violência para demonstrar sua insatisfação, deve-se pagar como quem comete crime. Agressão é crime, e como tal deve ser punido. A vida foi feita pra ser vivida. E cada um vive ela como assim desejar.
                                      SE CADA um tem seus princípios, seja ele religioso, seja moral ético, seja movido por tabu, seja por liberdade de expressão. O fato é que cada um paga pelo o que faz aqui. Decisões existem para serem tomadas, e a consequência seja boa ou seja ruim, é efeito dos atos que pratica-se.
                                       COMO  se diz, o importante é ser feliz. Nós temos o nosso próprio mundo, então por que temos que viver o mundo dos outros? Se o tempo é tão curto para vivermos o nosso?
                                      
                                    

Publicação em destaque

A DISTÂNCIA E A SAUDADE

CRONICA                      ADISTÂNCIA E A SAUDADE     A vida começa na concepção do amor. São muitas brincadeiras, risos e palha...