quinta-feira, 3 de agosto de 2017

VERGONHA DE UM PAÍS CORRUPTO, BRASIL!

CRÔNICA



                               VERGONHA DE UM PAÍS CORRUPTO!



- Comecemos por falar da vergonha que nós brasileiros estamos sentindo de pertencer ao país que tem de tudo para dar certo, em todos os sentidos.  Ontem dia 2 de Agosto de 2017, tivemos novamente, mais uma vez, de novo, outra vez, de tentar mudar a cara e o jeito de viver e pensar como um país de pessoas boas e honestas. Contudo, de quem deveríamos esperar o exemplo na prática de ser honesto e fiel aos bons princípios, os regentes do país, provam exatamente o contrário.
- Se depender da vontade dos políticos para transformar o país em uma sociedade mais justa, uma sociedade que não visem o interesse próprio, uma nação que respeite o próximo, um povo que seja educado através dos valores... Esqueçam, Nunca, jamais, isso ocorrerá. Por que temos tanta certeza disso?
- Alguém lembra quando  começou a operação LAVA JATO? Pois bem, *A LAVA JATO começou em 2009 com a investigação de crimes de lavagem de recursos relacionados ao ex-deputado federalJosé Janene, em Londrina, no Paraná. Além do ex-deputado, estavam envolvidos nos crimes os doleiros Alberto Youssef e Carlos Habib Chater. E o Alberto, já havia sido investigado e processado por crimes contra o sistema financeiro nacional e por lavagem de dinheiro no aso  BANESTADO.

Interceptações telefônicas

(Em julho de 2013, a investigação começa a monitorar as conversas do doleiro Carlos Habib Chater. Pelas interceptações, foram identificadas quatro organizações criminosas que se relacionavam entre si, todas lideradas por doleiros. A primeira era chefiada por Chater (cuja investigação ficou conhecida como “Operação Lava Jato”, nome que acabou sendo usado, mais tarde, para se referir também a todos os casos)
- Estamos no Ano de 2017, isto significa que a operação entrou no seu oitavo ano e só Deus sabe onde isso vai parar. A verdade é quer vivemos numa brincadeira de gatos e ratos. Gatos desdentados, já que conseguem pegar os ratos mas não conseguem fazer mal algum a eles. Muito parecido com a brincadeira de enxugar gelo.  Veja que a operação Lava Jato, foi montada para descobrir as falcatruas e prenderes os ladrões dos colarinhos brancos. Quem são os que usam tais colares? Os grandes empresários, os ministros, os senadores, os deputados, juízes, delegados, advogados, secretários, presidentes de hospitais e presidentes de bancos ... Pasmem... Presidente da nação e seu vice!
- Tal qual locomotiva a Lava Jato descobriu o ninho onde se criava toda essa corja de ratos, seus ramais, e saiu destruindo tudo, laçando e prendendo um monte desses ratos ladrões. Fugiram do ninho para implantarem focos de vermes em outros lugares. Tornando-se em quadrilhas especializadas e criando anti-corpus para se protegerem dos venenos da Lava Jato. Até quando a lava jato vai resistir a guerra contra esses montes de ratos que se multiplicam dia a dia?
- No dia 02 de Agosto de 2017 (ontem) a locomotiva Lava Jato, mandou mais um desses ( o atual Presidente da república, Michel Temer) para o banco dos réus. O presidente estava sendo Julgado por "Formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, corrupção passiva, tentativa de impedir as investigação, etc." - Ele ia ser julgado por quem? e para quê? Ele estava sendo julgado pelos companheiros do congresso, os deputados. Ele estava sendo julgado para que arquivassem o processo, ou se daria continuidade o processo contra ele, para que ele pagasse pelos crimes que estava sendo acusado, (provado). ..., ..., ..., ....O resultado do Julgamento?
- O Resultado do Julgamento? Bem, vamos por parte. Neste Julgamento realmente houve os que votaram pela continuidade do processo e os que votaram para que arquivasse o processo e assim manter o corrupto presidente no poder. Todavia o que chamou atenção foi a justificativa de seus votos. Quem votava para a saída do Michel Temer da presidência para que ele respondesse pelos crimes cometidos contra os brasileiros, alegavam: "Pelo fim da corrupção, pelo fim das roubalheiras, por um país honesto, meu voto é 'não' ( esse 'não' significava que o votante estava a favor da saída do presidente do poder para que ele responda pelos crimes que está sendo julgado)". Por outro lado os que queriam a permanência do mesmo, alegavam: "Por um país melhor, pela continuidade da política da economia, pelo desenvolvimento e pelo aumento do emprego, meu voto é 'sim' ( esse 'sim' significava que o votante queria a permanência do Michel Temer.)".
- Agora o que estava sendo Julgado em questão não era a permanência ou não permanência do presidente no poder. Era se arquivava ou não o processo onde comprovadamente acusa o réu de seus atos ilícitos. Não era se a economia do país ia melhorar ou não, se queremos aumento de emprego ou não. Em outras palavras, era se mandava ou não um bandido com crime doloso tinha que ir ou não para cadeia.
- O presidente da câmara dos deputados que estava  presidindo a sessão o que fez para intermediar ou aceitar ou não tal argumento para validação dos votos? Ele, estava alí apenas para chamar o que teria que votar... se fosse apenas esse o trabalho dele, não precisava de um presidente para intermediar um julgamento de tamanha importância.
- Se um daqueles excelentíssimos dissessem que seu voto por um "motivo nobre de ver as cadelas alimentando suas crias" ou o "motivo era poder ver a porca torcendo o rabo" O presidente da câmara não contestaria o motivo. Ele teria sim o poder de lembrar ou relembrar paras os excelentíssimos que ali estavam votando qual era o real motivo da sessão em julgamento. E não foi isso que se viu, o que se viu foi um presidente da câmara omisso e aceitando motivos que não condizia com o verdadeiro motivo do julgamento. O partido do presidente (Rodrigo Mais) da câmara votou em peso a favor da permanência ou melhor no arquivamento do processo contra o Michel Temer. Rodrigo Maia Sabia da compra de voto pelo acusado, sabia da vitória certa do acusado. Sabia que todos que votariam pelo arquivamento do processo, fariam isso porque foram comprado com dinheiro ou cargos, cargos dados ou tomados.
- Podre, país podre. Não terá veneno que elimine os fungos do congressos, enquanto as leis do país for complacentes com os atos corruptos. A Lava Jato passa por cima escancara a vida e os atos corruptos dos covardes ladrões do poder; A Justiça manda prender e a lei os soltam. As leis brasileira como disse no início dessa crônica, são iguais gatos desdentados, pega os ratos mas não os mordem, no entanto não os matam... e os ratos? (risos) cospem na cara da sociedade!

veterinário a ver dentes de um gato
17871

Publicação em destaque

A DISTÂNCIA E A SAUDADE

CRONICA                      ADISTÂNCIA E A SAUDADE     A vida começa na concepção do amor. São muitas brincadeiras, risos e palha...