terça-feira, 24 de março de 2015

ÉTICA, MORAL E BONS COSTUMES"

CRÔNICA


                     ÉTICA, MORAL E BONS COSTUMES

                               
        

                                               
          
                    
         Puritanismo, longe disso isso. O homem contemporâneo (que ou quem é do tempo atual) já nasce vendo e sentindo na pele o ar da modernidade. Por exemplo, raramente vê-se hoje o uso de parteira no auxílio do nascimento de um bebê. Contudo, para ter uma vida em sociedade é necessário que se cultive e pratique a ética, a moral e os bons costumes. Um dicionário de nossa língua (portuguesa) define assim esses três últimos termos: Ética (1-parte da filosofia  que estuda os fundamentos da moral 2- conjunto de regras de condutas). Moral (1-conjuntos dos princípios e valores morais do homem 2- bons costumes 3- conjunto de regras e princípios que regem determinado grupo). Bons Costumes (1- prática habitual= HÁBITO 2- procedimento, modo de viver 3- Usanças, práticas)*.
           Não se sabe se estamos em um caminho sem volta; E se está tudo mesmo de ponta cabeça neste cenário, que efeito tem sobre a sociedade? Pode ser que o temo 'sociedade' seja muito abrangente, talvez fosse preciso que fizéssemos s referência a nós mesmo. Não é questão de puritanismo, como citado de antemão. Não somos hipócritas de achar que temos de nos tornar santos para vivermos bem. O que não seria uma má ideia! Longe disso, a realidade nos leva para um caminho muito perigoso. O de se achar que o certo é errado e o errado é o certo. É sabido de todos que um pé de uma jamais produzirá jaca, nem tampouco um pé de maracujá dará o fruto que não seja o próprio maracujá. A sociedade hoje se encontra cheia de melindre. Não se pode emitir opiniões contrárias, que  corre o risco da pessoa se ofender e levar para justiça. Não se pode criticar que já é tido como preconceito. Tornou-se comum ver nas praças, nas praias, nos bailes, nas feiras, nas estações de metrôs, trens e até em escolas comportamentos homossexuais. (observe que são lugares onde se tem grande aglomeração de pessoas). Atos que antigamente se acreditava existir apenas entre quatro paredes. Não se trata aqui da questão opção sexual; Cada um sabe o que é bom ou ruim para seu próprio desenvolvimento emocional. O que não se pode esquecer é o fato de vivermos seguindo a regra básica da vida como, tomar banho, por um bom perfume, desejar um bom dia aos amigos, pedir a bênção dos pais, usar roupa adequada ao ambiente que vai frequentar tratar os idos com respeito, ter seus momentos íntimos reservados à alcova, etc. Ou seguir os princípios de ética, moral e bons costumes são uns danos à sociedade?
            Desde quando não haja a violência tem que ser aceitável o fato de concordar ou  não com qualquer coisa,. A livre expressão é um direto do ser. Ser dotado de língua, mãos e pés, dar-se o direito de viver acordo com suas possibilidades de falar agir, ir e vir. Mas nunca, nenhum setor da sociedade pode transformar ou querer mudar o que se tem por ética, moral e bons costumes. Será que não está na hora de pararmos e refletirmos sobre essas questões? O campo está aí, as pessoas também para decidir se uma vida de libertino conduz com os conceitos ou preceitos em nossas vidas.

* Dicionários Aurélio-online e priberam-online
.

Publicação em destaque

A DISTÂNCIA E A SAUDADE

CRONICA                      ADISTÂNCIA E A SAUDADE     A vida começa na concepção do amor. São muitas brincadeiras, risos e palha...