Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

Número total de visualizações de página

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

O MUNDO E SUAS CRENÇAS


                                                 O MUNDO E SUAS CRENÇAS

                     
                       Vivendo e aprendendo... Eu nunca pensei que escreveria um texto com esse tema, mas como gosto de escrever, não posso me refutar fazendo de conta que não estou vendo as coisas como elas são. Todo escritor gosta de escrever ou falar algo que chame atenção, dizemos que são frases de efeito. E em uma de minhas pérolas digo que “as três coisas que estragam a humanidade são: Dinheiro, política e religião”.
                    Ninguém é dono da verdade, mas não podemos fechar os olhos para o fato de que a “VERDADE EXISTE”. Nem que pra isso, cada um tenha sua própria verdade, mas não quer dizer que essa verdade seja verdadeira. Ou seja, todas as pessoas acreditam naquilo que ela quer. O que leva ela acreditar em suas próprias crenças? Bem, isso não vem ao caso! Você leitor, se parar um pouco para pensar, em seu íntimo você entenderá o porquê do dinheiro junto com a política e religião, em vez de bem, fazem mal para sociedade. Deixemos esse adendo para outra oportunidade. Continuemos, apenas falando de religião.
                     RELIGIÃO poderia ou deveria ser um meio de aproximar as pessoas. Fazer com que uns amassem os outros. Mas o que se vê? Vê-se exatamente o contrário.  Não adianta fingir ou mentir. Eu tenho amigos, você tem amigos que já não fazem parte do rol de nossas amizades, simplesmente porque resolveram mudar ou seguir ao pé da letra a religião que acreditam ser a certa. É comum famílias crescerem seguindo essa ou aquela religião, mas que um por um motivo ou por outro mudam no caminhar da vida. Isso geralmente causa atrito na família, e muitos deixam de se falar. Deixam de frequentar a casa do outro. Não participam mais de eventos sociais que tanto gostavam, por acreditarem que aquilo agora é pecado. Se eu for enumerar o que acontece aqui por causa da religião, escreverei folhas e mais folhas...
                    DIZEM, dizem que existe apenas um Deus. Não importa que a religião siga, o deus é o mesmo! Eu fico me perguntando, como pode o Deus ser o mesmo, para todas as religiões? Eu não acredito nisso! Por quê? Porque as pessoas tornam-se fanáticas em nome desse suposto deus verdadeiro, guerreiam em nome desse deus matando irmãos de nações diferentes. Famílias são separadas, primos não falam com primos, irmãos não falam com irmãos, discutem cada um buscando está certo. Uns rezam pra cá outros rezam pra lá. Uns pedem bênção pra outros e ao mesmo tempo só visam seus próprios interesses.
                    Mudam de religião, dependendo desse interesse. Se o problema for saúde, vão à busca de milagre na religião que oferecer milagre. Se o problema for dinheiro, buscam religião que lhe proporcione esse detalhe. Se quiserem livrar-se de um mal, ou querem fazer mal a alguém, vão a busca da religião também. Ou não é assim? Mas tudo isso em nome de um suposto deus... JÁ QUE TEIMAM EM DIZER QUE DEUS, É UM SÓ! Alguém agora sabe explicar por que só existe um Deus, um deus  que causa tudo isso? Então meu amigo, se existir apenas um deus, é bom que nos distanciemos dele. Por que o que mais esse deus quer é destruir a todos! Sendo assim, onde está a verdade? Está dentro do coração de cada um, está no ato de amar a todos, mesmo que pra isso deixe a religião de lado. Que a paz de Deus o todo-poderoso, esteja com nós!

Publicação em destaque

A DISTÂNCIA E A SAUDADE

CRONICA                      ADISTÂNCIA E A SAUDADE     A vida começa na concepção do amor. São muitas brincadeiras, risos e palha...