sexta-feira, 30 de agosto de 2013

"LADRÃO QUE ENCOBRE LADRÃO...'

CRÔNICAS




                           
         "LADRÃO QUE ENCOBRE LADRÃO..."






- O ditado certo não é ladrão que rouba ladrão...? Sim, diz o adágio, que ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão. Esse provérbio, quer dizer que é muito merecido quando um ladrão é roubado por outro ladrão, é como se agente se sentisse vingado, quando vemos uma pessoa que nos roubou, sendo roubada por outro. Nós nos sentimos felizes porque acreditamos que tal ladrão está sentindo na pele o mesmo desgosto e decepção que sentimos quando por eles somos roubados. Mas isso não é tudo, no fundo queremos mesmos é que ele (ladrão pague) pelo que nos surrupiou! seja com a devolução do objeto, ou na cadeia, pois ali é o lugar desses cretinos que gostam de levar vida fácil, sem se preocupar com os danos que causam em nós, ou como queiram, que nos causam.
- Qualquer pessoa que se atente um pouco que seja as coisas que nos acontecem no dia a dia, verá que o mundo é uma constante rotina de mudanças. Por exemplo, o que está no alto hoje, pode descer amanhã. Se o sol brilha de manhã no outro dia o que pode prevalecer é a chuva, etc. Já o nosso idioma (português) vive uma ebulição sem fim. Diga-se de passagem, a onda do mundo virtual em especial o linguajar que se usa nas redes sociais. E em algo um tanto quanto trivial, uma coisa que significava algo ontem, essa mesma coisa significa outra hoje... Como assim? Explico: "Não muito tempo atrás, quando nos referíamos que alguém era DOIDO DE PEDRA, queríamos dizer que esse alguém era doidinho a ponto de jogar pedra em alguém ou em qualquer direção. Hoje quando dizemos que alguém está doido de pedra, é porque está sobre o efeito de drogas, em especial (pedra de crack)". "Um termo muito usado aqui em São Paulo é: USUÁRIO, também não faz muito tempo essa palavra, era usada para demonstrar que alguém usava algum tipo de droga, lícita ou não. Hoje, ela é comumente usada na linguagem das estações de trem, metrô e ônibus; Lembra-se que éramos chamados de passageiros? Pois é, hoje nos chamam de USUÁRIOS. Cá entre nós, até que eles têm razão, pois o sistema de transporte do Brasil e em especial aqui em SP, não deixa de ser uma grande droga!" Você deve se lembra, que quando conseguíamos um emprego em alguma firma ou empresa, éramos considerados de empregados ou trabalhador, já hoje, é considerado COLABORADORES. Viu, podemos ficar aqui dando exemplos e mais exemplos, o tempo não para, pelo contrário. E os nossos políticos... (?)
- Infelizmente, já com nossos representantes no poder, eles mesmos, os deputados, governadores, senadores, prefeitos, vereadores, ministros (TODOS QUE REPRESENTA A ESPERANÇA DE UM PAÍS JUSTO) não mudam. Lembram, há alguns anos atrás, eles vinham com as desculpas que nós brasileiros não sabíamos votar. As propagandas políticas do TRE E TSE era pra que escolhêssemos melhor nossos candidatos. Queriam dizer com isso, que éramos os culpados por termos colocados políticos ladrões e corruptos no poder. E muitos de nós nos sentíamos realmente culpados, por ter votado errado. Mas o tempo, foi mostrando quem realmente era culpado por tanta roubalheira nos quilômetros quadrados de Brasília. Afinal, não diz o ditado que o tempo é o senhor da razão? Hoje, nos anos atuais, nos meses atuais, nas semanas atuais, nos dias atuais, e nas horas super atuais  o tempo mais uma vez vem provando que ele é realmente o senhor da razão. Mostrando aos quatro ventos OU (CANTO DO MUNDO) que nós pobres eleitores mortais, nunca tivemos culpa alguma por existir tanto bandido dentro do congresso BRASILEIRO. Sempre fomos um povo movido pela emoção e que gostamos de uma boa discussão, principalmente quando o assunto era política. Ficávamos defendendo nossos candidatos. Naquela época eram discussões sadias. Até que os infiltrados foram mudando o cenário, e tratando de nos culpar pelos erros deles. Quais são os erros deles? DESVIOS DE DINHEIROS PÚBLICOS, FORMAÇÃO DE QUADRILHA, PECULATO, CORRUPÇÃO, ALICIAMENTO, COMPRA DE VOTOS, (...)
- No dia 28 de Agosto de 2013 quarta-feira, isso mesmo, antes de ontem, o congresso Brasileiro teve a grande chance de mudar esse cenário. Teve nas mãos toda oportunidade do mundo de por fora do congresso, um dos maiores ladrões publico do país, (mais uma vês) extingui-lo, expulsá-lo, impeli-lo em fim, eliminá-lo  da casa onde se reúne nossos fazedores de leis! Por que essa era a tão grande chance e oportunidade de nossos representantes mostrarem para sua nação que estava na hora de dedetizar a câmara? Porque se tratava não de um político qualquer, estamos falando de um político presidiário, um sujeito que pegou oito anos de prisão por crimes que cometeu, mesmo sendo um deputado. Estava ou não estava fácil dos homens do poder fazer justiça e caçar o mandato desse sujeito? A chamada na imprensa era que às vinte e duas horas (22h00min daquele dia, o congresso iria votar pela cassação ou absolvição do delinquente, Tinha um ar de alívio, no anúncio, eram favas contadas). Todos acreditava que este sujeito iria perder o mandato e terminar de cumprir sua pena atrás das grades, pois ali, era o lugar de direito pelo que cometeu. Lembre-se, a cassação desse elemento, está aliado a salários e mordomia que a posição de deputado lhe dá direito. Então não era apenas uma questão de se fazer justiça, e sim, de não mais dar o dinheiro da população pra um criminoso que está cumprindo pena por muitos anos ter roubado os mesmos cidadãos que lutam pra vê-lo apodrecendo na cadeia.
- Mas não foi isso que aconteceu. Mais de 130 deputados se esconderam atrás de voto secreto (VOTO SECRETO, POR QUE E PRA QUE VOTO SECRETO) e voltaram pela absolvição do criminoso, ou seja, votaram na inocência dele. Os 230 deputados que votaram na condenação do sujeito, foram votos insuficiente para mantê-lo atrás das grades. E agora o advogado do criminoso, vai à justiça para buscar os direitos do seu cliente, que é: Salário e mordomias que um deputado tem direito. Essa absolvição por parte dos nossos representantes causou e causa grande indignação no povo. E sei que você deve está indignado, porque se sabe que é do nosso salário através dos impostos que os próprios políticos criaram que vamos sustentar um bandido e ladrão enquanto vagabunda e perambula sorrindo de nossa fossa, preso apenas numa prisão de fachada.
- A pergunta é, por que tantos políticos votaram a favor da permanência de um corrupto, impostor, formador de quadrilha, bandido representando através do cargo de deputado e ganhando alto salário? Ou a lei que o pôs na cadeia está errada, e o estado está cometendo uma das piores injustiças de todos os tempos? Sinceramente, eu não acredito que a lei esteja errada! O que eu quero e todo povo BRASILEIRO saber é por que o inocentaram votando na permanência desse elemento dentro da casa maior? Estou achando que faz jus ao título dessa crônica: "LADRÃO QUE ENCOBRE LADRÃO..." Nos brasileiros mortais pelo menos vamos dormir tranquilo  com a consciência limpinha, sabendo que nunca fomos culpados pelos maus caracteres que se apossam do poder. Por que, qual outro motivo teria os deputados para encobrir o erro dos outros? Pra mim a resposta é óbvia, só podem ter o rabo preso. Em outras palavras, eles têm medo de caçar o mandato do criminoso, porque são criminosos também. Ou você leitor não ver dessa maneira? Os mais de 130 parlamentares que votaram na permanência desse delinquente ganhando e exercendo o cargo de deputado, é porque não tem coragem de atira a primeira pedra. Não tem coragem de apontar a sujeira do outro, pois seus dedos são podres... Não, dedos não, o conjunto de dedos, seus garfos gatunos! Pensando bem, já está na hora de diminuir o número de parlamentar nesse país. Quem sabe assim, não diminui o número de políticos desonestos!


30-08-2013

                                         O Congresso Nacional definitivamente ligou o FODA-SE pro povo brasileiro...
GOSTOU DESSA CRÔNICA? compartilhe ou copie e cole , ajude na divulgação.
  

Publicação em destaque

A DISTÂNCIA E A SAUDADE

CRONICA                      ADISTÂNCIA E A SAUDADE     A vida começa na concepção do amor. São muitas brincadeiras, risos e palha...