segunda-feira, 1 de maio de 2017

ÍNDIOS X FAZENDEIROS

CRÔNICA




                                            ÍNDIOS  X  FAZENDEIROS


- Em pleno século 21, em uma época que  se vive o futuro e estamos nas entranhas da tecnologia de última geração, é triste constatar uma realidade que nunca, jamais deveríamos está presenciando. Vidas sendo ceifadas por homens ignorantes que se escondem por trás de jagunços  e ou homens  covardes que buscam ideias sem o mínimo recurso da lei.
- Segundos os dicionários, o significado para "fazendeiro" é: ( Proprietários de fazendas ) - (Brasil, Senhor de Grande Propriedade Rural)
- Para a palavra "índio" dá entender nos dicionários que índios são povos que colonizam um lugar, antes da colonização de outro povo, segundo a "enciclopédia livre - Wikipedia" a palavra povo indígena é muito ampla.
- Se repararmos com um olhar clínico para as duas palavras, veremos que o que muda na verdade são as vestimentas de um para com o outro. Pode-se dizer que índios e fazendeiros tem o mesmo significado, isso, na prática. E o estado tem sim a responsabilidade de evitar essa matança sem precedentes. Vemos em um país onde se mata gente como se mata vermes, com o governo de braços cruzados enquanto a Imprensa divulga as mazelas espalhadas pelos confins de nossas terras.
- Quando digo que Fazendeiros e Índios se equiparam e as diferenças - acredito eu - estão apenas nas vestimentas, é porque nenhum índios comprou terras e pagou impostos sobre elas. Por exemplo, as terras que eles invadiram e lá se apossaram eram de quem, para que eles se achem donos? Quantos aos Fazendeiros, como foi que eles se tornaram fazendeiros se tornando dono de milhares de hectares de terras? Os fazendeiros compraram essas terras de quem? e será que eles pagam impostos justos por essas terras? Os que venderam as terras para os atuais fazendeiros, eles compraram de quem? Eles pagavam impostos? 
- Viajando de avião ou de ônibus, de canto a canto do Brasil, vemos que o país tem terras para acabar com a mazelas dos que procuram um lugar para construir. Sei que tem que haver toda uma infraestrutura a qual cabe o governo viabilizar. Mas voltemos aos problemas das matanças nas guerras entre fazendeiros e índios. Claro que os índios pelados tendem a levar a pior, já que seu poderio é fragilizado pelas condições de vida que levam, não tendo dinheiro para compras de armas. Ao contrário dos fazendeiros que em seu mundo burguês, podem pagar jagunços e armá-los para uma guerra injusta. Fico imaginando se os índios pelados tivessem dinheiro para se armarem, como seria o combate com os índios vestidos? Não seria difícil imaginar que tivêssemos uma guerra cível.
- Enquanto o Governo se omite nesta questão, lamentavelmente ficamos aqui assistindo através dos noticiários dia sim, dia não, semana sim, semana não, mês sim, mês não carnificina, chacinas sem motivo.. Entra ano e sai ano, e vemos apenas os mortos enterrando seus mortos. Por que após as chacinas, os governantes nunca sabe quem foi o mandante. O poder não sabe quem são os fazendeiros que mandaram executar os índios, nem tão pouco quem são os caciques que mandaram executar os fazendeiros. 
- Cabe o governo buscar solução para um mundo que acredito não está apenas na ganância dos envolvidos. O governos não tem que ter rabo preso com índios vestidos nem pelados. Ou será que o governo está do lado dos fazendeiros por causa dos rios de dinheiros que talvez os fazendeiros doam para campanhas eleitorais? Se os índios vivem em guerra com os outros índios, o resultado é a morte de inocentes e culpados. Porém invariavelmente a morte dos índios pelados é tão certo quanto dois mais dois são quatros. Muitos são assassinados por massacres, e até hoje, não se sabe quem mandou assassinar massacrando. Hoje existe algum mandante preso por que invadiu outro território e causou morte?
- Sim, o governo fecha os olhos para o submundo das terras, terras brasileiras, que na verdade ninguém é dono de nada. São terras que pertence ao país. E dessa maneira, se as terras pertencem a nós brasileiros, cabe ao poder dividir e subdividir. Doando-as para que as terras sejam produtivas em prol da nação.
- Sim, é fácil e triste ter que julgar o que não conhecemos. Se não conhecemos, por que então nossos meios de comunicação não se alia ao governo em busca de solução? E abre para toda sociedade o que de fato acontece? Uma vez que a imprensa só sabe mostrar a carniça depois que os abutres já roeram o osso. 
- Caro leitores, torço para tudo que escrevi aqui seja apenas fruto de minha imaginação. Que eu deveria buscar mais informação para passar a verdade sobre os massacres, entre índios pelados contra índios vestidos. Aqui mostro apenas o ridículo de ver um estado molenga, sem capacidade de resolver um problema que se arrasta por  centenas de anos a fio, sempre levando pessoas às covas.
- Lamentável em ter que viver em um mundo globalizado cheio de modernidade vendo vidas ceifadas por pessoas que fazem questão de continuar vivendo no tempo onde a força bruta e armas de fogo, era a saída para se conquistar poder e dinheiro.
- Do lado de cá só nos resta, apelar e torcer para que apareça alguém do poder como o presidente da república, deputados, governadores, prefeitos, padres, bispos, promotores, senadores... Façam algo para dar um fim nestes conflitos; Saindo do lado de cá, só Deus na causa! Deixe seu cometário!


17243







Publicação em destaque

A DISTÂNCIA E A SAUDADE

CRONICA                      ADISTÂNCIA E A SAUDADE     A vida começa na concepção do amor. São muitas brincadeiras, risos e palha...