sexta-feira, 19 de julho de 2013

" A TOCA DO CRIME"



CRÔNICAS

                     "A TOCA DO CRIME"



                                  Imagine você um exímio nadador, com muita disposição e vontade de seguir em frente. Seu horizonte mostra-lhe água, muita água! Após anos de preparação, em fim, você está exatamente onde queria. Olhando ao seu redor, não ver nada além de água... Muita água. Mas, você sabe que tem fôlego e preparo físico para nadar até a costeira desse enorme oceano. Por enquanto o sol está queimando apenas parte dos seus ombros e braços como também seu rosto e cabeça. Tudo bem! Você vai firme as braçadas, sempre olhando para  frente! Porém, onde é à frente, de que lado está o meu destino? Com essas dúvidas, as forças vão se diluindo como gotas de remédio num copo de água. Então você percebe que, você é a ilha no centro do mar. Sabe nadar, tem força, saúde disposição, contudo tu estás perdido sem saber o destino nem tão pouco a distância que se encontra da orla marítima. E agora o que fazer? Nesse naufrágio és a solução ou, o fim!
                                 Não, isso não é um sonho, é a mais cruel realidade que se encontram todos que de um modo ou de outro estão empenhados em encontrar uma solução para o problema carcerário brasileiro. Quem hoje vem à sociedade e diz com certeza que tem a solução para resolver essa gangrena? Existem no Brasil, pessoas mais que qualificadas para nos tirar dessa situação. São advogados, juristas, professores de direitos, especialistas em crimes, delegados, livros e mais livros que são meios de aprendizados nas grandes faculdades do Brasil e porque não dizer do mundo inteiro. Todos esses e outros que se dedicam a essa causa, são os exímios nadadores. Se todos eles forem expor suas verdadeiras opiniões mostrando qual a solução para o problema, o tema se tornará um debate sem fim, transformando-se numa grande polêmica.
                                  Por outro lado, não se deve esquecer, os outros (grandes) nadadores que mesmo sem diploma ou qualquer tipo de graduação, estão sempre pronto pra opinarem, sobre qual solução para todos esses problemas de bandidagem e suas prisões. Quem, nunca numa roda de amigos, opinou expondo seu ponto de vista, que lei deveria ser criada para resolver de maneira simples, o que parece não ter solução? “Os dados a seguir são da REVISTA ‘‘JORNAL DO ADVOGADO” - OAB - São Paulo ANO XXXVIII JUNHO 2013 N. 384. O título de capa é: 'CONDENADOS PELO ATRASO'. Vejam só estes dados: SÃO PAULO é o que tem maior quantidade detento, 205 mil, para 105 mil vagas distribuídas em 77 penitenciárias... - O retrato do nosso sistema prisional, feitos a partir dos dados consolidados do ministério da justiça - permanece terrível: as prisões brasileiras somadas têm capacidade para receber 311 mil detentos, mas abrigam hoje mais de 548 mil, 44% dos quais são presos provisórios. Os mandados de prisão expedidos pela justiça e aguardando cumprimento, são mais de 265 mil, conforme registros do conselho nacional de justiça (CNJ)...
                                 ...Segundo o mesmo jornal "JORNAL DO ADVOGADO" O Presídio de Porto Alegre (RS) é um triste exemplo de superlotação, instalações precárias, sem higiene, sem banheiros suficientes, com água contaminada e ratos e baratas circulando à vontade são recorrentes. São mais de 4,5 mil presos, onde caberiam apenas 2 mil, muitos deles portadores de doenças infectocontagiosas, tais como tuberculose, AIDS, hepatite A, B e C, dermatites e verminoses. O apelido desse cárcere? "CAMPO DE CONCENTRAÇÃO". Como os PRESÍDIOS ESTÃO À MARGEM DA LEI,  tornaram-se covil de facções criminosas.
                               De minha parte denomino como "A TOCA DO CRIME" já que dentro desses presídios está infectado com ratos que transmitem suas doenças bubônicas para toda sociedade! O início dessa crônica, a ilustração de um exímio nadador, condiz todo sentimento que se tem a respeito. Tem-se saúde, força física e técnica e muito fôlego, para vencer a distância, contudo olhando para todos os lados do horizonte não se vê terra. O cansaço e o desespero vêm a seguir. Afundamos ou acordamos desse sonho!
                                Na toca do crime, criam-se ratos poderosos e violentos, são tocas renomadas como faculdades do crime. Então como devemos criar e cuidar desses alunos com leptospiroses? (?). Quanto mais aparecem ratos, mais se pensa em construir tocas. Portanto, tem-se que oferecer o mínimo de dignidades para esses estupradores, assassinos, ladrões, traficantes, assaltantes, corruptos, bandidos do colarinho branco, latrocínios, parricidas, etc, etc... A todos eles temos que alimentá-los, oferecer-lhes confortos para dormir, banhar, vestir, tomar banho de sol e outras regalias que muitos dos homens de bem não podem usufruir. Eu tenho a solução para todos esses males, você tem a solução, todos nós temos... Qual é a melhor? Manifeste sua vontade; Qual a sua ideia de poder chegar à orla marítima? Qual o direito que você daria para todos criminosos?
                                 Deixe sua opinião aqui, e depois continuaremos esse debate. Por exemplo, você é a favor da pena de morte? Prisão perpétua? Amputação de membros? Trabalho forçado? ...?


19/07/2013

                                           
                                 PARTICIPE!!!



GOSTOU DESSA CRÔNICA? COMPARTILHE, COPIE E COLE NO STATUS DO SEU FACE, http://400anosolivro.blogspot.com.br/
                                     

Publicação em destaque

A DISTÂNCIA E A SAUDADE

CRONICA                      ADISTÂNCIA E A SAUDADE     A vida começa na concepção do amor. São muitas brincadeiras, risos e palha...